fbpx

Mix de produtos: como definir um catálogo adequado para sua farmácia?

De modo geral, as farmácias possuem uma maior variedade de fornecedores, seja de medicamentos ou de artigos para perfumaria, por exemplo. Nesse contexto, a dúvida mais significativa para qualquer gestor do varejo farmacêutico passa diretamente pela definição do mix de produtos ideal.

Considerando o alto volume de itens vendidos nas drogarias, é natural que este seja de fato um desafio para qualquer empresa do setor. Cabe destacar, porém, que a variação de mercadorias pode ser diferente em cada região. Isso porque os hábitos de consumo se modificam conforme o estado, cidade e até mesmo bairro, já que as necessidades dos clientes não são exatamente as mesmas.

Nesse contexto, o mix de produtos também tende a ser diversificado. Além disso, deve-se considerar que o tamanho da loja pode influenciar neste aspecto. Afinal, grandes estabelecimentos naturalmente contam com um maior número de produtos. Quer saber mais sobre este assunto? Então, continue sua leitura!

Afinal, o que é e vantagens de um mix de produtos?

O mix de produtos nada mais é do que trabalhar com um catálogo de itens maior em sua farmácia ou drogaria. Com isso, o objetivo é atender as demandas entre os mais diferentes tipos de consumidores, o que lhe permite, por exemplo, atingir um público maior, aumentando consideravelmente a possibilidade de fidelizar os clientes.

Conheça as vantagens de se trabalhar com uma ampla, porém adequada variedade de produtos:

  • ampliação do ticket médio de vendas;
  • diferencial competitivo em relação aos concorrentes;
  • aumento do fluxo de consumidores no ponto de vendas;
  • crescimento da satisfação dos clientes.

Quais cuidados ao aumentar o mix de produtos da sua loja?

Em primeiro lugar, oferecer elevar a quantidade de produtos em oferta depende de algumas verificações, dentre as quais pode-se utilizar o Stock Keeping Unit (SKU) como base. Os SKUs por sua vez, — que em português representam a variedade de itens na loja —, não estão direcionados apenas à quantidade de cada item, mas sim de quantos produtos diferentes existem.

Como já vimos, quanto maior o ponto de vendas, maiores serão as demandas em relação a quantidade de cada item. Entretanto, a variedade pode, eventualmente, seguir o mesmo direcionamento de lojas pequenas. Em relação ao espaço físico reduzido, no entanto, é impossível oferecer uma exposição muito ampla de produtos, já que se deve priorizar aqueles com maior índice de vendas, incluindo as grandes marcas.

A seguir, confira os demais fatores que devem ser analisados na hora de definir o mix de produtos da sua loja.

Ticket médio

O relacionamento mais próximo e direto em relação a quantidade ampliada de variação de produtos terá como consequência um aumento do ticket médio da sua loja. Afinal, é natural e até esperado que os clientes comprem mais enquanto procuram outros itens na loja. 

Em geral, os consumidores não sabem muitos detalhes sobre determinado produto e, por sua vez, acabam levando em razão da indicação do vendedor. Contudo, além da curiosidade, pode haver oportunidades em que ele levará o produto que já é de costume e aproveita para comprá-lo novamente.

Diversificação

A expansão do portfólio de produtos de drogarias e farmácias é uma estratégia que pode oferecer excelentes resultados para qualquer empresa do ramo. Para tanto, é necessário investir a fim de acelerar as vendas, bem como fortalecer o relacionamento com o consumidor.

Não tão raro, as organizações estão focadas em estratégias de medicamentos. No entanto, a ampliação do mix de produtos também deve estar focada nos setores de perfumaria, higiene pessoal e vitaminas, afinal, além de diversificar, pode também aumentar o ticket médio da sua loja.

Considerando a alta competitividade do mercado atual, apostar em produtos diferentes de medicamentos genéricos, por exemplo, pode ser uma excelente alternativa. Outra vantagem é a possibilidade de que sua loja se torne um ponto de referência não só para os consumidores, bem como também para os fornecedores.

Público-alvo

Como já destacado anteriormente, a necessidade de cada cliente pode variar em função da região em que ele está inserido, já que se trata de um público diferente. Logo, é vital para qualquer farmácia entender o comportamento de seus consumidores, sobretudo na tarefa de estabelecer o mix de produtos ideal para o seu estabelecimento.

Em via de regra, sua construção deve se dar de acordo com o perfil da região, além de também estar alinhado aos consumidores e eventuais parceiros do ponto de vendas. Ademais, o modelo varejista pode exercer influência sobre esta questão. Portanto, caso sua loja esteja voltada para o mercado popular de drogarias, eventualmente os investimentos em dermocosméticos podem ser pouco expressivos.

Sazonalidade

Levar em consideração o aumento de vendas de determinados produtos em períodos específicos, como as estações do ano, pode ser outro fator de fundamental relevância. Isso porque é possível economizar ao se planejar para comprar antecipadamente os itens que mais vendem durante o verão, inverno ou férias, por exemplo.

A sazonalidade, portanto, é um fator que contribui diretamente para a construção de um excelente mix de produtos, mas, acima disso, possibilita o planejamento estratégico de compras, o que garante o abastecimento do estoque e, principalmente, melhores descontos. 

Porém, é válido lembrar da necessidade de se verificar o estoque, a fim de evitar que alguns itens se acumulem, afinal, não são todos os itens que poderão se beneficiar dentro de determinadas sazonalidades. Logo, o ideal é analisar frequentemente o resultado de vendas e estabelecer um comparativo com o desempenho de anos anteriores para ter bons resultados e corresponder às expectativas dos seus clientes.

Como vimos, mediante a alta competição por preços e por mercado, investir no mais variado leque de produtos do varejo farmacêutico pode ser uma solução interessante para todo empreendedor do ramo. Sendo assim, para melhorar os resultados, é fundamental diversificar o mix de produtos em sua farmácia ou drogaria.

O que achou deste conteúdo? Se gostou das informações que compartilhamos neste artigo, não deixe de nos seguir em nossas redes sociais para ficar por dentro de todas as novidades que compartilhamos em nosso Facebook e Instagram.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *