fbpx
Gestão de compras para drogaria: como e por que fazer?

Gestão de compras para drogaria: como e por que fazer?

Gestão de compras para drogaria: como e por que fazer?

Fazer a gestão de compras para drogaria sempre foi um dos principais desafios enfrentados por empresas do varejo farmacêutico. Por outro lado, este processo é indispensável, haja vista sua importância estratégica e organizacional, afinal, para atingir quaisquer objetivos, principalmente relacionado a eficiência de uma farmácia, é preciso implantar processos no setor de compra de medicamentos.

Dentre as vantagens desse tipo de departamento, destaca-se a maior eficiência gerencial, redução de custos e aumento da agilidade e qualidade na aquisição de itens, por exemplo. Na prática, a gestão de compras envolve atividades relacionadas a escolha de fornecedores, negociação de prazos, custos, etc. Sendo assim, uma boa administração é essencial para melhorar os resultados da sua drogaria.

Quer saber mais sobre como fazer uma gestão eficiente? Então, continue conosco e boa leitura!

Qual a importância do departamento de compras?

Como já destacamos, faz parte das funções do gestor de compras buscar bons fornecedores, estabelecer um relacionamento comercial significativo, bem como negociar preços e prazos dos itens que serão comercializados. Com esse cuidado, naturalmente é possível conquistar maior poder de negociação — o que gera mais oportunidades de encontrar bons preços e tornar o seu negócio competitivo.

A precificação de produtos farmacêuticos é uma tarefa essencial, haja vista que ela permite criar um diferencial competitivo, destacando o seu negócio dos demais. Além disso, é importante lembrar que a gestão de compras para drogaria influencia diretamente também na venda ao consumidor final, isso porque os estoques dos produtos à venda em sua drogaria são abastecidos conforme necessidade.

Tendo em vista a desorganização da reposição dos itens, eventualmente você pode enfrentar maior dificuldade na atração e retenção de clientes, sobretudo em razão da falta de medicamentos em estoque sempre que eles o procurarem, por exemplo. Nesse sentido, a gestão de compras é essencial, pois otimiza os produtos de forma adequada, evitando furos no processo de vendas.

Como gerenciar corretamente o departamento de compras?

Para evitar que o seu cliente vá até a concorrência, evitando assim inúmeros prejuízos para a sua loja, é preciso atender as demandas e necessidades destes consumidores no seu estabelecimento. Para tanto, seguir algumas dicas práticas de gestão é crucial, como monitorar a entrada e saída dos itens no estoque, acompanhar quais produtos têm menor saída, entre outros processos.

Saiba mais sobre a gestão adequada do departamento de compras:

Monitore a entrada de mercadorias

Não tão raro, a escassez de produtos em estoque pode repercutir de forma negativa no volume de vendas da sua drogaria. Dessa forma, é importante ter um parceiro confiável para suprir sua demanda, fazendo toda a diferença na gestão do seu negócio. Por isso, é preciso também investir em processos logísticos de estoque de forma ativa, afinal, a venda ao consumidor final e a entrada de mercadorias são atividades intimamente ligadas.

Acompanhe os medicamentos com maior e menor saída

Antes de investir em um produto para comercializar em sua drogaria, é fundamental estar atento aqueles com menor volume de vendas. Isso porque, embora muitos itens possam se tratar de produtos baratos, se não houver relevância para o seu negócio, possivelmente incorrerá em prejuízos. Logo, é importante avaliar os pontos positivos e os desafios antes de investir em qualquer tipo de medicamento, fazendo um balanço maior entre aqueles com maior saída.

Esteja atento ao fluxo de vendas

Outro ponto importante passa diretamente pelo acompanhamento dos medicamentos com maior e menor saída. Para tanto, é preciso avaliar o fluxo de vendas de cada item, já que este trata-se do principal indicador de compras de um estabelecimento comercial, sobretudo no varejo farmacêutico.

Nesse contexto, antes de tomar suas decisões, é importante avaliar alguns aspectos primordiais, como:

  • prazo de validade;
  • logística (tempo de entrega);
  • fluxo de vendas;
  • estoque (duração e quantidade necessária), etc.

Como melhorar a sua gestão de compras para drogaria?

O primeiro passo para melhorar a gestão de medicamentos é sempre manter o estoque organizado. A partir disso, deve-se analisar quais entre os itens precisam ser repostos, bem como quais produtos devem ser comprados. Nesse contexto, uma gestão mais eficiente, lucrativa e estratégica passa diretamente pelo uso de softwares especializados.

Afinal, dessa forma é possível visualizar de forma clara e objetiva quais produtos precisam ser feitos a reposição ou os novos itens que devem ser comprados. Além disso, esse tipo de sistema permite uma entrada mais fácil das mercadorias no sistema de gestão do estoque.

Basicamente, ele informa os produtos em destaque, isto é, aqueles que mais vendem, além de detalhar as quantidades que devem ser adquiridas, por exemplo. Outro aspecto positivo são as sugestões de compras, uma vez que essa funcionalidade impede que o estoque fique parado muito tempo por compras que não eram necessárias.

Portanto, além de reduzir o tempo de cadastramento de produtos, bem como tornar este processo menos complexo, o uso de softwares de gestão é uma poderosa ferramenta, especialmente na hora de reduzir custos e melhorar a eficiência operacional da sua drogaria.

Considerações finais

Como vimos, a gestão de compras para drogaria é um departamento de vital relevância para qualquer empresa de varejo farmacêutico. Para tornar o processo de vendas mais inteligente, contribuindo para o aumento do faturamento da sua drogaria, portanto, é fundamental adotar uma gama variada de produtos, no entanto, deve-se também analisar aqueles que não vendem tanto.

Outro ponto importante, conforme já destacamos, é a repercussão do setor de compras no processo de vendas de uma farmácia. Afinal, sem um item no estoque, é muito provável que o consumidor procure o seu concorrente, comprometendo assim o desempenho financeiro da sua empresa. Logo, exige-se habilidades gerenciais, especialmente no quesito “organização de estoque”, já que o manter aquecido garantirá maior margem de lucro.

Nesse sentido, investir em softwares de qualidade, que contribuam para a melhor gestão de todos os processos dentro do seu estabelecimento pode contribuir diretamente para a maior eficiência do setor. Assim, reduzir custos e criar novas oportunidades de negócio torna-se mais natural dentro da sua drogaria, em especial, por conta da qualidade e eficiência na compra e venda dos produtos farmacêuticos.

Portanto, se gostou das dicas e informações que apresentamos neste artigo, conheça agora mesmo o Vetor Farma. Entre em contato com nossos consultores e descubra como podemos contribuir para o crescimento do seu negócio!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *