fbpx

Entenda a importância e vantagens dos PBMs para a sua drogaria

O Programa de Benefícios de Medicamentos, ou simplesmente, PBM trata-se de um mecanismo que oferece contribuições importantes na compra de remédios com preços acessíveis e mais justos, o que também auxilia as farmácias e drogarias no processo de fidelização do consumidor.

Apesar de se tratar de um conceito relativamente novo no Brasil, tendo sido implantado no país a partir dos anos 2000, essa prática é bem mais antiga e advém da década de 80, principalmente nos Estados Unidos, haja vista que cerca de ⅔ da população norte-americana utiliza benefícios dessa natureza.

Portanto, se quer entender mais sobre este universo, está no lugar certo. No post de hoje vamos explicar o que é e quais as vantagens dos PBMs para sua drogaria. Continue a leitura e saiba mais!

Do que se trata o Programa de Benefício de Medicamentos?

De modo geral, o PBM nada mais é do que um programa realizado pelos laboratórios e indústrias farmacêuticas para o setor de comércio varejista do medicamento, isto é, as farmácias e drogarias. Basicamente ele consiste em um documento com mais de 3 mil itens genéricos, similares e de referência com desconto para o consumidor final.

A escolha dos medicamentos que recebem o desconto leva em consideração alguns aspectos importantes, como o beneficiamento exclusivo para pacientes que sofrem de doenças crônicas e que exigem o tratamento contínuo por meio dos fármacos. Por isso, estima-se que até 80% dos tratamentos ambulatoriais são atingidos pelo programa.

Entretanto, para que a drogaria se beneficie desse tipo de programa e, consequentemente, possa oferecer medicamentos com desconto para os seus clientes, é necessário realizar um cadastramento prévio no PBM dos laboratórios. Geralmente, esse cadastro é de responsabilidade de empresas intermediadoras.

Como funciona o PBM?

Como já ressaltamos, a drogaria deve se cadastrar em uma empresa de PBM para oferecer os descontos aos consumidores finais. Nesse sentido, considerando que cada uma conta com um intermediário — em parceria com os laboratórios. Logo, o acesso das empresas que comercializam os medicamentos deve ocorrer por meio dos sistemas da empresa.

Sendo assim, tanto o acesso ao sistema quanto a lista de remédios com desconto se dão através do credenciamento junto a empresa de PBMs. A partir da liberação do cadastro, portanto, o documento torna-se disponível e acessível com os preços praticados, podendo ser consultados em tempo real pelos vendedores ou gestores farmacêuticos.

Quais as vantagens do PBM nas farmácias?

O primeiro aspecto que deve ser levado em consideração em relação às vantagens do Programa de Benefícios de Medicamentos é a satisfação dos consumidores. Afinal, ao ter acesso a melhores preços e condições para realização de tratamento que demandam o uso contínuo de remédios, a economia pode ser considerável.

Outro ponto relevante é a fidelização do consumidor, uma vez que a oportunidade de compra com bons descontos é um diferencial competitivo e uma alternativa para atrair novos clientes, bem como realizar vendas recorrentes e periódicas. Em outras palavras, a imagem da drogaria terá sempre maior percepção de benefícios por parte do consumidor.

Vale ainda destacar que boa parte dos pacientes precisam utilizar mais de um remédio. Nesse contexto, além de adquirir o medicamento com desconto, eventualmente o volume de vendas de outras categorias tende a aumentar de forma considerável, trazendo assim maior rentabilidade e faturamento para o seu negócio.

Apesar de todas essas vantagens, ainda há desafios que precisam ser superados, como veremos abaixo.

Quais os desafios dos PBMs, afinal?

Um dos principais pontos de atenção, após o cadastramento junto aos laboratórios que produzem a lista com medicamentos em desconto, é a gestão dessa lista, bem como dos pagamentos e recebimentos. Embora ela possa ser realizada por meio de um software para farmácias, é preciso estar atento a alguns fatores como o cadastramento dos itens, devido a sua complexidade.

É preciso lembrar que existem vários PBMs e todos estes estão disponíveis em vários sistemas. Logo, ao realizar o cadastramento de diversas fontes, aumenta proporcionalmente a diversidade de itens e preços, bem como de fornecedores. Isso ocorre porque essa gestão se dá de forma diferente das demais operações de uma farmácia convencional, sobretudo em relação às questões de pagamento, recebimento, definição de preços e estoque.

Diante disso, a lista deve, obrigatoriamente, manter-se sempre atualizada com o Programa, bem como precisa ser consultada pelos vendedores antes de ser disponibilizada para o paciente. Afinal, em razão dos descontos expressivos, um erro de consulta ou na hora de oferecer o medicamento pode acarretar prejuízos importantes.

Ademais, o caixa da empresa pode ser impactado, afinal, a farmácia não recebe em espécie pela diferença dos medicamentos vendidos com desconto. Isso porque o “pagamento” é realizado em produtos no estoque da farmácia, portanto, trata-se de um formato diferente do que ocorre no Programa da Farmácia Popular, cuja diferença de preço do medicamento é paga pelo Governo Federal.

Como cadastrar sua empresa no Programa de Benefícios Medicamentos?

Agora que você já sabe os principais aspectos do Programa de Benefícios de Medicamentos, chegou a hora de entender um pouco mais sobre como inserir a sua drogaria.

O primeiro passo é enviar a documentação da farmácia. Dentre os dados necessários, destaca-se a apresentação da:

  • Certidão de Regularidade Técnica (CRT);
  • Alvará Sanitário;
  • Alvará de Funcionamento;
  • Alvará da Anvisa (AFE);
  • Contrato Social (última alteração), etc.

Além de reunir todos os documentos válidos, o interessado deve também dispor de um sistema de gestão homologado e preparado para oferecer as principais transações de PBM. Ademais, para o funcionamento adequado do software de gestão para drogaria, é indispensável o uso de internet para conexão rápida que permita a comunicação entre a lista e o sistema.

Após definir todos os itens, a drogaria ou farmácia poderá se cadastrar normalmente junto às empresas que administram os PBMs. Em seguida, são geradas as autorizações de venda e realizadas as comunicações entre as drogarias interessadas e distribuidoras participantes do programa.

Como vimos, os PBMs são excelentes aliados do setor farmacêutico e, portanto, podem contribuir de maneira expressiva para a expansão do negócio por meio da aplicação de preços competitivos e acessíveis à população em geral.

O que achou deste artigo? Já conhecia e/ou utilizava o Programa de Benefício de Medicamentos na sua empresa? Se precisa de um sistema de automatização eficiente para ajudá-lo na gestão do seu negócio, clique aqui e conheça agora mesmo o Vetor Farma — um software completo para sua drogaria!

Para mais dicas, notícias e informações, fique de olho em nosso Instagram e Linkedin.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *