fbpx

5 dicas para administrar uma farmácia de forma eficiente

Habilidades em gestão são fundamentais para qualquer empreendedor do varejo farmacêutico, afinal, para se ter um negócio lucrativo é preciso geri-lo com muita eficiência. Nesse sentido, seguir dicas para administrar uma farmácia pode contribuir positivamente nesta tarefa, resultando em seu sucesso organizacional.

É importante lembrar que a administração desse tipo de empresa passa diretamente pela realização de inúmeras tarefas, como planejar ações estratégicas, gerir pessoas e projetos, ter conhecimento sobre todos os processos, estabelecer políticas financeiras e de sustentabilidade, entre infinitas outras atividades.

Por isso, apesar de ser possível manter suas operações no azul, mesmo cometendo erros administrativos importantes, para assegurar resultados de fato expressivos, é preciso adquirir conhecimento e dedicar-se integralmente ao seu negócio. Portanto, se quer saber mais sobre os requisitos básicos para aperfeiçoar sua gestão, confira nossas dicas!

1. Domine o seu negócio

O primeiro passo para administrar uma farmácia de forma eficiente é cercar-se de conhecimentos sobre ela. Para tanto, investigar seus principais pontos fortes e fraquezas, assim como determinar ameaças ou oportunidades de crescimento permitirá com que sua administração seja cada vez mais efetiva e menos vulnerável, incluindo na tomada de decisões estratégicas.

Sendo assim, defina, prioritariamente, o seu campo de atuação. Qual é o seu mercado? Quem são os seus clientes? Qual a missão da sua empresa? Após determinar cada um desses fatores, estabeleça a forma que o seu negócio poderá alcançar maior destaque, colocando sempre em evidência os seus pontos fortes.

Ademais, não se esqueça de que administrar um negócio, independentemente do seu porte, está estritamente relacionado com o conhecimento técnico, organização do ponto de venda, compra de medicamentos e demais itens que serão comercializados, afinal, a negociação de melhores condições de pagamento junto aos fornecedores, por exemplo, pode ser traduzida como um diferencial competitivo para o seu negócio.

2. Organize a sua farmácia

Não existe outra forma de obter êxito no varejo farmacêutico em que a organização da farmácia não esteja no centro das suas atividades. Isso porque, manter os itens acondicionados de maneira adequada e estratégica permite uma maior fluidez e, consequentemente, surgirão melhores oportunidades para aumentar o seu faturamento.

Portanto, a eficiência também está atrelada a organização do PDV, estoque, das táticas de vendas, entre outros aspectos cruciais para seu sucesso. Ademais, é por meio da organização que se pode direcionar recursos, otimizar gastos, minimizar perdas e até mesmo planejar ações de marketing para atrair e reter os seus clientes.

Mas, afinal, como organizar uma farmácia corretamente? Para ter sucesso, é preciso começar pelo estoque, afinal, o armazenamento correto dos itens pode evitar a perda e furto de produtos, além de facilitar o controle de estoque. Sendo assim, o próximo passo é estruturar o departamento financeiro, de modo a garantir a ordem e o controle sobre as finanças da sua empresa.

Novamente a organização de produtos deve estar em foco. Dessa vez, para tornar o seu ponto de vendas mais chamativo, ou seja, atraente aos olhos do cliente, e confortável para que os colaboradores possam desempenhar melhor o seu papel, gerando assim uma gestão mais lucrativa, já que o PDV bem organizado tende a aumentar o volume de vendas.

3. Atenção a tríade do varejo farmacêutico

Os fatores críticos de uma administração bem sucedida passam diretamente pelos seguintes pilares: venda, comunicação e legislação. Dessa forma, é preciso aplicar técnicas eficientes de modo a aumentar as vendas. Além disso, administre a comunicação da sua equipe de colaboradores, invista em uma identidade visual que destaque a loja, bem como propagandas internas e externas de divulgação.

Outro ponto que deve ser destacado tem relação com as normas vigentes, ou seja, a legislação do setor de varejo farmacêutico. Isso porque uma gestão íntegra e segura engloba o cumprimento de exigências, sobretudo por parte da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) no controle de vendas de medicamentos.

4. Invista na gestão tributária do seu negócio

Outro ponto para administrar bem uma farmácia está atrelado a forma com que é realizada sua gestão tributária e cumprimento das leis (pagamento de impostos, redução de carga tributária, etc). Vale lembrar da importância de se acompanhar as legislações federais, estaduais e municipais que discorrem sobre a comercialização de produtos, em especial, relacionadas a arrecadação de impostos regulamentados.

Por outro lado, no contexto de gestão tributária estão inseridos cenários distintos: no primeiro deles, está o planejamento financeiro e, em segundo, a tributação. Administrar as finanças de forma não profissional pode gerar erros que são, muitas vezes, gravíssimos — já que incorrem em aplicação de multas ou até mesmo a falência de empresas.

Sendo assim, para evitar problemas dessa natureza, é preciso acompanhar despesas e receitas, analisar as margens de lucro, fluxo de caixa de tudo aquilo que entra e sai da sua farmácia, bem como garantir o controle de despesas, já que é também vital para manter o negócio sempre lucrativo.

5. Utilize tecnologia ao seu favor

O mercado atual disponibiliza inúmeros sistemas de gestão para farmácias, muito úteis para a realização de atividades inerentes a uma administração exemplar. Dentre as funções que contribuem para destacar sua drogaria da concorrência e obter melhor desempenho financeiro, destaca-se a gestão de estoque, vendas, cadastramento de clientes, controle de despesas e muito mais — e tudo isso só é possível com o auxílio da tecnologia.

Tendo em vista o cenário altamente competitivo em que estão inseridas grande parte das pequenas e médias empresas deste setor, aplicar uma gestão de alto desempenho, sem o suporte de ferramentas tecnológicas é uma missão praticamente impossível. Logo, softwares de inteligência virtual e gestão integrada são indispensáveis para auxiliar os gestores em seu processo de tomada de decisão com maior assertividade.

Como vimos, algumas dicas para administrar uma farmácia de forma eficiente podem gerar excelentes resultados tanto operacionais quanto financeiros. Para tanto, é preciso contar com um conjunto de ferramentas e boas práticas, além de ter o suporte de colaboradores especializados.

Gostou deste post? Se precisar de ajuda para automatizar sua gestão, tornando-a mais efetiva, entre em contato conosco agora mesmo!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *