fbpx
10 dicas de organização de produtos na drogaria para vender mais

10 dicas de organização de produtos na drogaria para vender mais

Para conquistar novos clientes e melhorar o desempenho da sua empresa é indispensável investir em diferentes estratégias de mercado. Contudo, um processo simples, mas que pode trazer excelentes resultados passa diretamente pela organização de produtos na drogaria. Isso porque, a forma com que os itens são dispostos no ponto de vendas pode influenciar no comportamento de compra dos clientes. Confira essas 10 dicas de organização de produtos na drogaria para vender mais.

Nesse contexto, reforça-se a importância de uma gestão eficiente, já que é crucial, para o sucesso da sua farmácia ou drogaria, estar atento a inúmeros detalhes. Dessa forma, uma exposição adequada de medicamentos, a organização e exposição ordenada — que permite uma rápida identificação de categorias — dos demais produtos pode chamar a atenção dos consumidores e, consequentemente, gerar mais envolvimento com sua marca.

Para ajudá-lo nessa tarefa, preparamos 10 dicas práticas de organização de produtos para ter excelentes resultados. Acompanhe!

1. Itens com maior e menor volume de vendas

Os produtos de grande demanda, isto é, aqueles líderes de categorias são comumente expostos no final dos corredores e em espaços mais distantes da entrada das lojas. Desse modo, induz-se o cliente a entrar, além de poder também conferir outros itens que são ofertados.

Por outro lado, minimize a área ocupada por produtos com baixo giro. Em via de regra, melhorar a gama de produtos de modo a oferecer um mix maior de possibilidades é benéfico, pois assim o consumidor tem novas opções de compra. Contudo, ser estratégico também é necessário, logo, evite manter ocupado uma grande área com itens de menor rotatividade e não se esqueça de validar as suas estratégias de reposição e de vendas.

2. Visibilidade das embalagens

A exposição estratégica dos produtos dentro da sua drogaria deve ser foco no seu negócio. Nesse sentido, procure colocar todos os itens de forma que a própria embalagem traga mais visibilidade. A dica mais importante aqui é utilizar a parte da frente, com os nomes e as marcas mais visíveis, chamando assim a atenção da visão do cliente.

Outro ponto importante: é preciso que as mercadorias estejam dispostas de forma bem alinhada, sem a mistura de embalagens. Com isso, a visão do cliente não fica prejudicada e ele pode ter melhor discernimento sobre cada item que está sendo comercializado. Nas gôndolas, por exemplo, procure separar as mercadorias por cores semelhantes e organizar as caixas por tamanho.

3. Precificação dos itens

Um erro muito comum de estabelecimentos do varejo farmacêutico está relacionado a desatenção na hora de precificar os seus produtos. Por isso, verifique se os valores estão posicionados corretamente, isto é, logo abaixo do item correspondente, evitando assim desencontros de informações pelos clientes. Além disso, no caso de promoções e ofertas, os preços também devem estar de forma bastante clara para o consumidor.

4. Organização e exposição

Para vender mais, muitas drogarias adotam um sistema padronizado de organização e exposição dos produtos. Geralmente, ela ocorre por subcategorias e sabores em ordem crescente de vendas. Sendo assim, em primeiro lugar estão dispostos os produtos que vendem mais. Outra dica interessante é manter as menores embalagens nas prateleiras de meia altura e as maiores nos expositores mais baixos.

Ainda, um erro comum na organização e exposição de produtos é manter os itens de uma determinada categoria em espaços diferentes nas prateleiras. Para promover uma melhor experiência de compra, no entanto, é importante agrupá-los próximos uns dos outros. Dessa forma, pode-se favorecer a escolha do consumidor, uma vez que ele terá a oportunidade de optar por aquele que melhor atende suas necessidades.

5. Faça promoções na medida certa

As ilhas promocionais de toda farmácia devem ser bem utilizadas e objetivas. Sendo assim, o primeiro passo é ter maior clareza sobre as estratégias que serão utilizadas no seu ponto de vendas. De modo geral, é mais importante apostar em uma metodologia bem articulada do que investir em diferentes ações para encontrar aquilo que pode funcionar para o seu negócio. Isso porque, além de gerar certa confusão no consumidor, também traz prejuízos financeiros para o seu negócio.

6. Produtos certos para impulsionar as vendas

Na entrada da loja, a dica mais importante é utilizar produtos que chamem a atenção dos clientes e os convidem a entrar na loja. Em geral, essa escolha depende do tipo de perfil e público da sua empresa. Por exemplo, drogarias populares devem utilizar itens com preços mais acessíveis e com maior volume de vendas, pois assim as chances de alavancar novas vendas são ainda maiores.

7. Cuidados com medicamentos tarjados

Embora seja menos comum, também é importante ter atenção à organização dos medicamentos tarjados, ou seja, aqueles que precisam da prescrição de um profissional de saúde habilitado.

Logo, não disponha desses medicamentos ao alcance dos clientes, como em cestões ou prateleiras fora do balcão de atendimento. Para se orientar melhor, inclusive, procure verificar as disposições legais previstas na legislação brasileira, minimizando possíveis problemas com a fiscalização da sua drogaria.

8. Atenção à iluminação

A iluminação de qualidade é uma característica muito importante para qualquer drogaria. Isso porque ela valoriza os itens dispostos nas gôndolas e prateleiras, além de favorecer a experiência de compra do consumidor. Em se tratando de um estabelecimento de saúde, manter o local sempre limpo e bem iluminado é fundamental. Ademais, esse cuidado pode até mesmo chamar a atenção dos clientes fora da loja e destacar o seu estabelecimento dos demais.

9. Verifique toda a loja

Após organizar todos os produtos corretamente, inserir os valores nos espaços adequados, é preciso fazer uma varredura pela loja a fim de ter uma melhor visão sobre o espaço e como ele foi organizado. Assim, é possível organizar as composições e entender se elas estão em harmonia.

10. Invista em treinamento para sua equipe

Por fim, lembre-se de investir em um treinamento adequado para qualificar a sua equipe de colaboradores. Para manter a organização e o estoque da loja sempre atualizado com as melhores práticas, é preciso ter funcionários qualificados, uma vez que faz parte das atribuições gerais da equipe manter as prateleiras sempre organizadas e abastecidas.

E então, o que achou das 10 dicas de organização de produtos na drogaria para vender mais que trouxemos neste post? Se gostou, compartilhe o conteúdo nas suas mídias sociais e não deixe de acompanhar as informações que publicamos constantemente em nosso blog!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *